Benita Prieto
Benita Prieto.png

Benita Prieto é curadora, consultora, produtora e mediadora de projetos de leitura. Escritora e Contadora de Histórias. Criou o Simpósio Internacional de Contadores de Histórias do Rio de Janeiro. Produziu o documentário Histórias sobre os narradores orais urbanos, organizou o livro Contadores de Histórias: um exercício para muitas vozes e Bendito e Louvado: Conto Contado. Desde 2012 pesquisa e ministra cursos sobre promoção de Leitura e Literatura Digital. É Coordenadora da Red International de Cuentacuentos e Presidente da da Ações & Conexões – Associação Cultura de Portugal.
 
Atualmente reside em Alhandra, Portugal onde tem participado em ações de promoção de leitura e narração de histórias no Caminhos de Leitura, Palavras Andarilhas, Folio, Rio de Contos, Passa Palavra, Rede de Bibliotecas Escolares e diversos eventos e espaços culturais.
 
Apresentação do livro Bendito e louvado, conto contado
Coordenação: Benita Prieto
Ilustração: Sofia Paulino
 
A Editora Aletria, do Brasil, lança o livro Bendito e Louvado, Conto Contado: Contos Populares Portugueses, organizado por Benita Prieto e ilustrado por Sofia Paulino simultaneamente com Portugal, pelo Grupo Narrativa, no selo Simon’s Books.
 
A obra apresenta 14 textos escritos por contadores de histórias portugueses e traz prólogo assinado por Paulo Jorge Correia, professor da Universidade do Algarve, especialista em conto tradicional português e contracapa de Cristina Taquelim, referência no panorama nacional em mediação de leituras e narração oral.
 
A fim de tornar mais acessível ao público brasileiro a literatura portuguesa, a contadora de histórias, escritora e produtora cultural Benita Prieto teve a iniciativa, em 2021, de organizar um livro, que agora ganha a sua primeira edição em formato especial com capa dura e ilustrações da portuguesa Sofia Paulino. Bendito e Louvado, Conto Contado: Contos Populares Portugueses é o título da obra, cujo projeto gráfico e editorial buscou ressaltar a preciosidade do conteúdo concebido por 14 autores e narradores portugueses até então inéditos no Brasil. São eles: Jorge Serafim, António Fontinha, Elsa Serra, Fernando Guerreiro, Luzia do Rosário, José Craveiro, Rui Guedes, Bru Junça, Luís Correia Carmelo, Valter Peres, Miguel Horta, Ana Sofia Paiva, Carlos Marques e Sofia Maul.